Esqueça as regras! Se você gosta, use!

 

Ei lindezas do meu coração! Tudo bem com vocês?! Espero que sim!!! 

Como o tempo passa rápido! 2016 já está acabando e as tendências da coleção Verão/2017 invadem as vitrines e guarda roupas de quem adora acompanhar as passarelas.

 

Confira algumas tendências da moda verão 2017:

Roupas

 

mil-acasos-roupa-2017-0
Decote ombro a ombro e Babados.

 

mil-acasos-maxi-calcas-2017
Pantacourt e Maxicalças.

 

mil-acasos-roupa-oversad-2017
Oversized.

 

Calçados

 

Sandálias de amarrações.
Sandálias de amarrações.

 

Sandálias de tiras.
Sandálias de tiras.

 

Maquiagem

Glitter, pigmento, gloss, e até mesmo hidratante labial, olhos gráficos criados com delineados deslocados.

 

Acessórios

 

Bolsas sacola.
Bolsas sacola.

 

mil-acasos-acessorios-2017
Gargantilhas

 

“Também é moda vestir um sorriso, se maquiar com a felicidade e desfilar na passarela da vida com bom humor e alegria!” (Cintia Dewes)

 E aí o que acharam?

Beijos da PollyBeijos da Polly

Share Button

Comente


Olá 1000acaseira(o)s de plantão! Bora falar de moda?!

Está acontecendo a 42º edição da SPFW (São Paulo Fashion Week), maior evento de moda do Brasil e o mais importante da América Latina. Uauuuu… Parece chique, né?! =D. Essa edição acrescenta o prefixo “TRANS” para expressar o espírito de transição. A partir de 2017, os desfiles terão o formato “see now, buy now”.

A moda agênero é um dos destaques da semana de moda no Brasil.

moda-agenero-mil-acasos
Cantor Seu Jorge desfilando na SPFW N42 para a LAB.

Agênero, plurissex, genderless, gender-bender, agender, unissex… todos são termos para definir a moda sem gênero, tendência que ganhou força na indústria americana, principalmente no início de 2016 com Jaden Smith (filho de Will Smith) vestindo roupas femininas para a Louis Vuitton.

moda-agenero-mil-acasos2
Jaden Smith vestindo a famosissíma marca Louis Vuitton.

A seguir veja alguns destaques dessa tendência que começa a aflorar no Brasil na SPFW TRANS N42.

Vivemos na era do “empoderamento” (promoção da equidade de gênero em todas as atividades sociais e da economia) e podemos ver a introdução do termo no desfile da LAB (marca do cantor Emicida com o irmão Evandro Fióti, com direção criativa do estilista João Pimenta) que promoveu um mix de corpos diversos e com uma verdadeira presença de modelos negros, algo que se espera da moda.

Curiosidades:

Nos anos 1920, Coco Chanel em sua transgressão, incluiu peças masculinas nos guarda-roupas das mulheres da época.

Em 1960, Yves Saint Laurent lançou o smoking feminino e as mulheres também passaram a usar jeans e camisas sem gola, ganhando um novo poder e nova atitude pública.

 

Seja fiel a seu gosto pessoal. O que você gosta nunca está fora de moda.

E você, o que acha da moda agênero?

Beijos e até o próxima,Beijos da Polly

Polly

Share Button

Comente